Chat with us, powered by LiveChat

Porque usar pasta de dentes natural e orgânica?

Vou começar esta publicação com as seguintes perguntas: Já parou para pensar sobre os ingredientes da sua pasta de dentes e se estes podem prejudicar a sua saúde? Já pesquisou estudos científicos ou relatórios sobre esses ingredientes?

Eu fiz estas perguntas a mim mesma há muito tempo. Encontrei ingredientes que estava a consumir pelo menos 2 vezes por dia, todos os dias, durante anos, em que existem suspeitas ou provas de estarem ligados a muitos problemas de saúde. Eu estava a envenenar-me pouco a pouco e a envenenar o meio ambiente.

Quando vamos ao supermercado, é impressionante ver a variedade de pastas de dentes, com tantos sabores e benefícios! Somos enganados pelas embalagens e sabores sem dar prioridade ao que realmente importa: os ingredientes.

Fico impressionada com os avisos que encontramos nas pastas dentrificas, avisos como: “ Para crianças com 6 anos ou menos, use uma quantidade equivalente ao tamanho de uma ervilha e supervisione a escovagem para minimizar o risco de ingestão” ou “não engula”. Não são este tipo de avisos que queremos ver em algo que consumimos com tanta frequência e que damos aos nossos filhos, certo?

Então, quais são os ingredientes que devemos evitar?

Em primeiro lugar, é muito importante saber ler a lista de ingredientes. Os mais utilizados são mencionados primeiro, e os menos utilizados no final. Cada ingrediente pode ser pesquisado no “Google Académico”, por exemplo, que dá acesso a inúmeros artigos científicos.

Fluoride (Sodium Fluoride)

Todos conhecemos o Fluoreto como um preventivo para cáries e, por essa razão, este ingrediente encontra-se em muitas pastas de dentes. No entanto, alguns estudos revelam que o excesso de flúor pode causar vários problemas de saúde como diarréia, náuseas e até mesmo ataques cardíacos.

O flúor já está presente no nosso dia-a-dia através da água que bebemos, de alguns alimentos, pastas de dentes, elixires bucais e está presente até mesmo nas panelas antiaderentes.  Um estudo realizado em 1975 comprova que as panelas anti-aderentes (ou politetrafluoroetileno) aumentam a quantidade de flúor na água e, por consquência na nossa comida, pois são compostas principalmente por átomos de carbono ligados a iões de fluoreto. Esses iões quando aquecidos são dissolvidos nos nossos alimentos.

Outro estudo interessante que encontrei pelo Instituto Nacional de Pesquisa Odontológica (NIDR) do Serviço de Saúde Pública dos Estados Unidos afirma não existir relação entre o Fluoreto e a degradação dentária e, ironicamente, as crianças expostas a menos flúor, foram as que apresentaram menos degradação dentária.

Ver mais info aqui: “Fluoride Overdose” , “Effect of Cooking Vessel Composition on Fluoride” , “Are Your Pots And Pans Altering Fluoride Levels In Your Cooked Meals” , “NIDR Study Shows No Relationship Between Fluoridation and Tooth Decay Rate”

Sodium Lauryl Sulfate (SLS)

Este ingrediente encontramos em diversos cosméticos e detergentes. É utilizado em pastas dentífricas, elixires bucais, mas também em Shampoos, Geis de Banho e até mesmo hidratantes. É um dos ingredientes sintéticos mais utilizados para produzir espuma. Um estudo preliminar realizado pelo Departamento de Cirurgia Oral e Medicina Oral, Faculdade de Odontologia de Oslo, Noruega, comprova que o uso de SLS aumenta o número de úlceras aftosas (aftas). Grandes quantidades de SLS também podem causar irritação da pele e uma exposição severa pode causar a morte.

Ver mais info aqui: “Sodium Lauryl Sulfate And Recurrent Aphthous Ulcers”

Sodium Saccharin

Sodium Saccharin é um adoçante artificial, substituto do açucar, que tem por base o petróleo. Pode ser encontrado não apenas em pastas dentífricas, mas também em refrigerantes, alimentos dietéticos e em alguns cosméticos como bálsamos labiais. É tão doce que é apenas necessário usar uma pequena quantidade, sendo assim, mais barato de usar que adoçantes. Estudos realizados em ratos, provam que a Sodium Saccharin é cancerígeno para a bexiga e afeta mais machos que fêmeas.

Eu vi este ingrediente em uma pasta de dentes para crianças com 6 anos de idade.

Ver mais info aqui: “Carcinogenicity Of Saccharin”, “Response Of The Rat To Sccharin With Particular Reference To The Urinary Bladder”

Triclosan

Triclosan é um ingrediente antibacteriano e antifúngico usado na maioria das pastas dentífricas, mas não só. Também pode ser encontrado em detergentes, sabões ou shampoos. Actualmente estão a ser realizados diversos estudos relacionados com Triclosan e seu potencial efeito no corpo humano e no meio ambiente, mas alguns estudos com ratos já revelaram que Triclosan afecta a tiróide e as concentrações de testosterona. Outros estudos também suscitaram preocupações quanto ao uso de Triclosan e sua contribuição para a resistência de bactérias e como um disruptor endócrino, causando problemas de desenvolvimento.

Ver mais info aqui: “The Impact Of Triclosan On The Spread Of Antibiotic Resistance In The Environment”

Enquanto vivi em Londres, comecei a fazer minha própria pasta de dentes. Segui receitas que encontrava online mas não estava satisfeita com nenhuma. Não gostava do sabor ou era muito forte para as minhas gengivas.

Após ter começado os meus estudos em Cosmética Orgânica, começei imediatamente a perceber que muitas receitas que tinha encontrado não eram fiáveis podendo mesmo ser perigosas para a nossa saúde. Cheguei a encontrar receitas com água e sem qualquer conservante natural, permitindo assim a proliferação de micro-organismos.

Foi nesta altura que encontrei à venda no Supermercado Whole Foods a pasta de dentes Natural e Orgânica da Georganics que eu amo e uso até hoje. É adequada para todas as idades e também e ótima para dentes e gengivas sensíveis! Gostei tanto que decidi trazer este produto para Portugal e vendê-lo na minha loja online Mind The Trash. Podes encontrá-lo aqui.

A pasta de dentes Georganics é livre de todos os ingredientes artificiais e tóxicos encontrados na maioria das pastas dentárias comuns, como Tricosan ou Lauryl Sulfate, Fluoreto ou Glicerina sintética e vem num pequeno frasco de vidro, ajudando a reduzir o uso de plástico! Quando o fraco ficar vazio, pode reutilizá-lo para colocar especiarias ou colocar um creme de mãos que queira levar consigo na mala! Por que não experimentar? Melhore sua saúde e ajude o meio ambiente!

Veja mais dicas noutros Blog Posts aqui.

Veja mais informações sobre a Pasta de Dentes Natural e Orgãnica da Georganics no site oficial da Georganics aqui.

2 thoughts on “Porque usar pasta de dentes natural e orgânica?

  1. Paula says:

    Boa tarde, tenho uma dúvida relativamente à pasta de dentes. Tendo por base óleo de coco, podemos, aquando da lavagem dos dentes cuspir para o lavatório? Não há o risco de entupir canos aquando da solidificação do produto?? Cumprimentos

    • Christian says:

      Boa tarde Paula, Obrigada pelo seu comentário =) Pode cuspir para o lavatório sim. Para que ocorra entupimento teria que deitar quantidades significativas de óleo de coco e teria que estar no seu estado sólido, ou seja, a temperature abaixo de 25º. A quantidade utilizada nas escovagens dos dentes (tamanho de uma ervilha) não é significativa mas, de forma a garantir que não fica com óleo nas paredes do tubo, basta utilizar um pouco de água morna ao bochechar por exemplo =) Já utilizo estas pastas há muito tempo e com água fria e nunca tive entupimentos. Espero ter ajudado ! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *